Como Cobrar Royalties? O que é preciso fazer para poder cobrar?

Algumas coisas na vida são simples e fáceis de se entender; outras, nem tanto. Há ainda aquelas que não apenas são completamente difíceis de se compreender, mas aparentam. É justamente o caso de quando se fala sobre como cobrar royalties, que só parece ser complicado em um determinado nível.

Mas ainda que pareça difícil, é preciso aprender, de uma certa forma, se você trabalha sozinho e com venda de produtos ou serviços. Aliás, é muito importante saber um pouco, mesmo que o mínimo, sobre como cobrar royalties, principalmente se você quer obter qualquer tipo de lucro em cima disso.

Assim como aprender a importância do código de barras, por exemplo, saber um pouco sobre royalties é importante. Além disso, é um processo que exige um pouco de esforço apenas para compreender o básico. De uma certa maneira, é um aprendizado que se entende muito melhor quando se pratica. Por isso, compreenda hoje o que significam os famosos royalties e como cobra-los.

Qual o significado desse termo?

Antes de mais nada, o ideal mesmo é explicar realmente o básico do mais básico. Afinal, não tem como saber como cobrar royalties se você nem ao menos compreende significado da palavra em si.

Para início de conversa, a palavra é originária da língua inglesa, então, não estranhe a pronúncia diferenciada em um primeiro momento. Depois de saber disso, entenda que royalties é o plural da palavra royalty, que significa basicamente “realeza”.

Ao partir desse princípio, entender o significado da palavra fica ainda mais fácil para saber como cobrar royalties. Uma vez que a palavra no singular parte de algo que significa riqueza, realeza e prestígio, os royalties estão em uma significação bem próxima.

Basicamente, por estar ligado a algo mais monetário, os royalties são uma forma de alguém pagar determinada quantia pelo seu trabalho. Seja para simplesmente usar, explorar ou até mesmo comercializar seu produto, obra ou terreno.

Justamente por ser de origem estrangeira, a palavra está imersa nos hábitos de outra cultura. Dessa forma, ela surgiu da ideia de se pagar o rei para poder utilizar as terras e os minerais presentes ali.

Apesar de não parecer, entender isso para saber como cobrar royalties é importante. Até porque é bastante comum a associação dessa palavra com a extração petrolífera, ou seja, de petróleo.

Mas não se preocupe, pois o petróleo não é o único e exclusivo dono dos royalties. Mesmo que seja comum, aprender como cobrar royalties é importante para qualquer profissional. Sobretudo se você é um prestador de serviços ou autônomo, cuidando do seu próprio negócio.

Por que é tão importante assim saber como cobrar royalties?

Pense você na seguinte situação: você tem o seu produto ou serviço e alguém deseja usufruir disso. Se você não tem nem ideia de como começar a cobrar pelo que você faz, há uma grande chance de algo ruim acontecer. Além do risco de perder dinheiro, você corre o maior risco de todos: ser explorado pelo seu próprio trabalho.

Lembre sempre que os royalties são uma forma de compensação pelo seu trabalho, e que você é a pessoa quem sabe disso. Melhor do que ninguém, se você é dono de uma loja (virtual ou física) de artesanato, por exemplo, deve querer saber quanto cobrar pela peça e como registrar seu produto artesanal.

Até porque esse é um trabalho seu. Ainda que o outro vá usufruir disso, você é o centro de todo esforço e trabalho. Determinado produto ou serviço jamais seria oferecido da forma como você pode fazer, então saiba como cobrar royalties para não ser enganado jamais!

Afinal, você merece receber exatamente aquilo pelo que trabalhou. De forma justa e de maneira que dê para agradar a si mesmo. Nunca se esqueça que é você quem paga as suas contas, quem cuida do seu trabalho e quem merece o seu dinheiro.

Tal pensamento é realmente essencial, pois se você lida com o trabalho próprio há algum tempo, deve saber que as pessoas adoram dar preço pelo seu trabalho. Aliás, é extremamente comum que elas tentem te convencer que o seu preço é injusto e o delas é a melhor oferta que você poderia receber.

Não se deixe levar nesse momento. Até porque, depois que você aprender como cobrar royalties, saberá exatamente o seu preço e como ele é justo.

Aprendendo a como cobrar royalties

Entenda seu produto

Uma vez que você esteja disposto a saber como cobrar royalties, comece tentando entender o seu produto ou serviço. Pense um pouco: quanto você gastou em sua produção ou quanto dinheiro e tempo você tem investido nesse processo?

Partindo desse princípio, você começa a ter um pouco de noção sobre o que pode ou não cobrar. Por exemplo, se você gasta com a produção de seu produto quarenta reais, não deve pensar em nenhum valor abaixo.

Como cobrar royalties: a margem de lucro

Após compreender o seu produto e quanto ele vale apenas para produção, é o momento de compreender o quanto você deseja ganhar a partir dele. A porcentagem depende daquilo que você está oferecendo. Apesar de o lucro em 100% ser o ideal, nem sempre ele é possível, sobretudo no mercado atual.

Mas esse apenas em alguns casos, como quando você está em um sistema de franquias, por exemplo. Ou então quando o seu produto tem um preço fixo por unidade, que em grande quantidade deve diminuir o preço de produção também.

O que está oferecendo?

Assim como entender o seu produto, saber o que está oferecendo é essencial. Sendo assim, mais do que o produto ou serviço oferecido, pense também em outra questão: a experiência.

Se você não sabe exatamente como a experiência é essencial para a questão de como cobrar royalties, é fácil de compreender.

Comece pensando na seguinte situação hipotética: você decide começar a vender brigadeiros. Deseja que quer ter uma boa margem de lucro, porque a unidade é bem barata. No entanto, brigadeiros tradicionais são simples e qualquer um pode fazer, então, como proceder?

A experiência que você oferece será o seu diferencial nesse momento para conseguir aumentar a margem de lucro. Logo, você pode começar a investir em brigadeiros diferenciados, como os de sabor churros, café, caipirinha, paçoca, entre outros.

O preço de fabricação é quase sempre próximo ao original, mas a experiência que você está proporcionando pode aumentar esse lucro.

Como cobrar royalties: entenda cada situação

Agora que você já sabe como começar a cobrar royalties, entender os tipos é bem menos complicado. Até porque isso também pode te ajudar a entender como cobrar pelo seu produto ou serviço.

Como já foi dito aqui, é mais comum a cobrança de royalties no petróleo. Só que nem todo mundo pode investir nesse sistema ou trabalhar nessa área sem a formação adequada.

Mas é interessante dizer que quando você cobra royalties, o lucro vem todo para você. O mesmo não ocorre com as petrolíferas no Brasil, já que o governo federal estipulou que parte desses lucros devem ser investidos. Nesse caso, nos sistemas de educação e na saúde, respectivamente, públicos dos estados brasileiros.

Dito isso, não se preocupe muito mais e entenda logo como funciona a cobrança de royalties simples!

No sistema de franquias

É a forma de se cobrar royalties mais simples, e uma das que podem gerar melhor lucro. Desse modo, se você quer começar por esse tipo e tem uma empresa já consolidada, basta começar a investir no sistema de franquias.

Os royalties são uma taxa que o franqueado paga aos franqueadores. Além disso, esse tipo de taxa é baseado no valor do produto bruto e o faturamento deste. Ou seja, a chance de você sair perdendo nesse tipo de sistema é muito pequeno.

O contexto empresarial

São três as formas de se obter o lucro nesse contexto, e a perda não é muito arriscada. Só não é motivo para dormir no ponto. Para começar, você pode investir em uma empresa e depois cobrar o faturamento em royalties ou então vender o seu produto diretamente para algumas empresas.

Nesse segundo caso, a cobrança pode ser feita por unidade do produto sem maiores problemas.

Por último, cobrar royalties de recursos tecnológicos é um dos mercados em crescimento. Assim, você pode cobrar royalties por um produto patenteado, principalmente se for tecnológico, para ser usado por terceiros.

Como cobrar royalties no contexto musical e cultural?

Mais do que saber como registrar seu nome artístico, você precisa saber como cobrar royalties. Dentre as formas de se cobrar, essa talvez seja a mais arriscada. Afinal, é a que oferece maiores chances de dar errado e você ser enganado. Você tem, portanto, duas opções básicas nesse contexto.

Na primeira você oferece o seu serviço pelo preço que achar melhor, o que pode levar a uma maior dificuldade de encontrar contratantes. Ou então você pode primeiro disponibilizar seu produto e depois cobrar o faturamento em royalties. Apesar de que é bem mais arriscado, já que muitos contratantes podem te enganar supervalorizando a parte deles e a sua não. Por isso, pense bem antes de assinar algum contrato no meio cultural.

Considerações finais

Agora que você já entende o básico sobre como cobrar royalties, sabe que precisa colocar em prática tais conhecimentos. Afinal, de nada adianta ler sobre e achar que só isso basta. Além disso, apesar de parecer fácil, é bastante difícil lidar com todas as pressões. Logo, não se decepcione se no começo você ainda não souber muito bem o que fazer. Conte com empresas especializadas, como a Apolo Marcas e Patentes, para te ajudar em todos os processos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *